Normas Científicas

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

1. DATAS E PRAZOS:

Até 15 de janeiro de 2020, às 23h59min - Prazo para submissão dos Trabalhos Científicos.


COMO DEVO ENVIAR MEU TRABALHO?
(O processo é bem simples!)


1º Preencha o Formulário de Inscrição do congresso.

2º Emita e pague o boleto referente à taxa de submissão de trabalhos de acordo com a quantidade de trabalhos que você enviará (1 ou 2 trabalhos).

3º Após a compensação do pagamento da taxa de submissão o Formulário de Submissão de Trabalhos ficará disponível em sua Área do Inscrito. O intervalo de tempo entre o pagamento e a disponibilização do formulário para a submissão é de três dias úteis.

4º Neste momento não é obrigatório pagar a inscrição no Congresso, mas se seu trabalho for aprovado você só poderá apresentá-lo se estiver efetuado o pagamento de sua inscrição.

2. REGRAS PARA SUBMISSÃO:

2.1. Cada pesquisador tem permissão para enviar até dois (2) trabalhos como primeiro autor para o XXIII COBRAF. No entanto, o pesquisador poderá ser coautor de outros resumos, sem restrição. Coloque apenas o e-mail de contato do primeiro autor, ao final das afiliações e indicado por asterisco.

2.2. Serão aceitos resumos escritos na língua portuguesa, espanhola e inglesa;

2.3. Serão aceitos trabalhos originais e revisões sistemáticas com ou sem metanálise;

2.4. Não serão aceitos protocolos de estudos;

2.5. O primeiro autor deve ser o apresentador do trabalho no XXIII COBRAF.

2.6. Para garantir a organização dos Anais e o índice de autores, liste o nome dos autores de forma consistente ao longo de todos os resumos em que você aparece como um autor;

2.7. A taxa de submissão para cada resumo será de R$ 30,00 (trinta reais) e não será reembolsável (mesmo nos casos de rejeição e de duplicidade de submissão). As orientações para efetuar o pagamento serão detalhadas no sistema, no ato da submissão. Certifique-se que o mesmo resumo não foi submetido mais de uma vez;

2.8. Verifique o correto preenchimento do formulário de submissão. Uma vez submetido, o resumo não poderá ser editado;

2.9. Todos os trabalhos submetidos serão analisados por revisores ad hoc. A decisão final de aceitação dos trabalhos é exclusiva da Comissão Científica do XXIII COBRAF;

2.10. Trabalhos que envolvam seres humanos devem ter sido realizados de acordo com a Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012, e a Resolução 510 de 07 de abril de 2016, do Conselho Nacional de Saúde (CNS). O número de aprovação (Certificado de Apresentação para Apreciação Ética - CAAE) deve ser indicado no local especificado do formulário de submissão. Em respeito aos estudos com animais, os mesmos devem estar em acordo com as Portarias e Regulamentações pertinentes adotadas pela Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) e/ou com o "Guide for the Care and Use of Laboratory Animals; Institute of Laboratory Animal Research; Commission on Life Sciences, National Research Council, Washington/EUA", e o número de registro na CEUA deve ser indicado no local especificado do formulário de submissão. Não serão aceitos trabalhos originais com seres humanos ou animais sem o número do CAAE ou registro na CEUA, respectivamente;

2.11. Em se tratando de uma revisão sistemática, o formulário de submissão disponibiliza um campo específico para inserção do número de registro no PROSPERO (base de registro de protocolos de revisões sistemáticas). No entanto, o preenchimento desse campo no formulário de submissão não é obrigatório.

2.12. Apresentações relacionadas a produtos comerciais devem se concentrar nos aspectos fisiológicos e/ou aplicados e não sobre o produto ou sobre os aspectos comerciais do mesmo. Além disso, ressalta-se que a apresentação deve propiciar uma discussão completa da validade científica e/ou terapêutica dos benefícios e os riscos do produto, quando couber;

2.13. No momento da submissão, o autor indicará a preferência de apresentação:
I - Oral 8.2: caracterizada por 8 minutos de apresentação e 2 minutos de arguição;
II - Expo5: apresentação oral com duração de 5 minutos composta por 5 slides;
III – Pôster.

2.14. Baseando-se na avaliação dos pareceristas e em sua qualidade, a comissão científica reserva-se ao direito de realocar um trabalho para outra modalidade de apresentação. Devido ao quantitativo de trabalhos enviados nas últimas edições do COBRAF, a maioria das apresentações será organizada em formato de pôster;

2.15. No ato do envio do trabalho, o autor deverá classificar o mesmo em uma grande área, por meio da seleção de descritores pré-estabelecidos no sistema de submissão, como descritos a seguir:

A01. Estudos teóricos, Área Básica e Experimental Aplicada à Fisioterapia: Trabalhos relacionados a pressupostos teóricos básicos e gerais, ou trabalhos que utilizam modelos animais cujos resultados se aplicam à fisioterapia;

A02. Fisioterapia na Saúde Coletiva e Políticas Públicas: Trabalhos de caráter epidemiológico e/ou com foco em políticas públicas e/ou na assistência e cuidados no contexto da saúde coletiva, incluindo a promoção da saúde e da funcionalidade e prevenção de agravos em grupos populacionais com ou sem incapacidade;

A03. Gestão e Controle Social: Trabalhos que discutam a participação da comunidade na gestão pública, e que contemplam práticas pedagógicas no campo da pesquisa e da gestão, no contexto da Fisioterapia;

A04. Ética, Ensino e Pesquisa em Fisioterapia: Trabalhos com foco na discussão teórico-prática acerca dos projetos políticos-pedagógicos de ensino em fisioterapia, formação do profissional fisioterapeuta e experiências permeadas pela prática baseada em evidências e diferentes metodologias de ensino-aprendizagem;

A05. Fisioterapia na Saúde e Funcionalidade da Criança e Adolescente: Trabalhos que envolvem processos de medida ou avaliação, instrumentação, relação entre desfechos ou intervenção direcionados à saúde e funcionalidade da criança e adolescente;

A06. Fisioterapia na Saúde e Funcionalidade do Adulto: Trabalhos que envolvem processos de medida ou avaliação, instrumentação, relação entre desfechos ou intervenção direcionados à saúde e funcionalidade do homem e/ou da mulher, seja no contexto de vida diária, ocupacional ou desportivo;

A07. Fisioterapia na Saúde e Funcionalidade do Idoso: Trabalhos que envolvem processos de medida ou avaliação, instrumentação, relação entre desfechos ou intervenção direcionados à saúde e funcionalidade do idoso, seja no contexto de vida diária, ocupacional ou desportivo.

A08 – Inovação tecnológica em Fisioterapia: Trabalhos que propõem novos produtos, processos e recursos tecnológicos aplicados ao contexto da Fisioterapia.

2.16. O autor que enviou o trabalho será notificado via e-mail registrado no sistema de submissão acerca da aceitação/rejeição do mesmo, no prazo estipulado no Item 1 desta chamada.

2.17. Os autores devem arcar com a taxa de submissão e inscrição, além de outros custos associados com a viagem para apresentar o trabalho no XXIII COBRAF. A comissão científica recomenda que os autores não enviem um trabalho se não tiverem certeza de sua presença no Congresso.

2.18. Ao efetivar a submissão do trabalho, os autores concordam com todas as regras do evento explicitadas nestas Normas e autoriza a publicação do(s) trabalho(s) nos meios de divulgação do XXIII Congresso Brasileiro de Fisioterapia, sendo responsável pelo conteúdo apresentado.

2.19. Após a data final estipulada no Item 1, não haverá mais a possibilidade de submissão de trabalhos. Fique atento ao intervalo de tempo entre o pagamento e a disponibilização do formulário para a submissão que é de três dias úteis.

3. PREPARAÇÃO DO RESUMO:

3.1. Todas as informações do resumo serão inseridas em formulário eletrônico, na área de submissão do XXIII COBRAF.

3.2. O resumo deve ser estruturado e composto obrigatoriamente pelos seguintes itens: Introdução; Objetivos; Método; Resultados; Conclusão; Descritores; Agradecimentos/Financiamentos (item opcional e que deve ser inserido após os descritores). O resumo deve ser redigido com limite de 400 palavras (contabilizando apenas o corpo do texto).

3.3. Os descritores são limitados a 3 (três) palavras e devem ser separados por ponto e vírgula. Recomenda-se aos autores que acessem a plataforma do DECS (Descritores em Ciências da Saúde: http://decs.bvs.br/) da BVS para seleção dos descritores a serem incluídos ao final do resumo;

3.4. O título deve ser breve e sucinto, com no máximo 22 palavras.

3.5. O limite de autores estipulado por resumo será de oito (8). Coloque apenas o e-mail de contato do autor responsável, ao final das afiliações, e indicado por asterisco.

3.6. O(s) objetivo(s) deve(m) ser redigido(s) com clareza e ser(em) coerente(s) com a pergunta de pesquisa proposta pelo trabalho. A apresentação das hipóteses do estudo após os objetivos é opcional.

3.7. O método deve ser redigido em texto corrido e conter informações relativas à descrição dos participantes, aprovação do Comitê de Ética (número do CAAE ou registro na CEUA, deverá ser indicado apenas no local especificado no formulário de submissão), procedimentos de avaliação, desfechos (quando houver), breve descrição dos equipamentos utilizados, procedimentos da intervenção (quando houver) e análise estatística. Outras informações que se julgarem necessárias podem ser incluídas, conforme o tipo de estudo e a critério dos autores, desde que não ultrapasse o limite de 400 palavras.

3.8. Os resultados devem apresentar os principais achados da pesquisa, com base em todo o procedimento descrito no método. Incluir resultados numéricos com indicação da significância (valor de P). No caso de estudos de intervenção, incluir o tamanho do efeito encontrado e o respectivo intervalo de confiança de 95% (IC 95%). As informações devem ser sucintas e objetivas.

3.9. A conclusão deve focar nos resultados encontrados e ter coerência com os objetivos propostos. Incluir as implicações práticas/clínicas do estudo, quando possível.

3.10. Os resumos que não estiverem em conformidade com as regras de submissão, serão automaticamente reprovados.

3.11. Todos os resumos aprovados serão incluídos nos anais do XXIII Congresso Brasileiro de Fisioterapia, com registro no sistema ISSN.

3.12. Os três (3) melhores trabalhos de cada modalidade de apresentação receberão certificados de mérito acadêmico e premiações.

4. CRITÉRIOS DE JULGAMENTO DOS TRABALHOS:

4.1. Após o término da submissão, os trabalhos serão encaminhados aos pareceristas ad hoc para julgamento do mérito dos mesmos. O processo de avaliação será cego.

4.2. Os itens abaixo serão analisados e notas de 0 a 10 serão atribuídas para cada um:
4.2.1. Atualidade, originalidade e relevância do tema;
4.2.2. Pertinência do título;
4.2.3. Introdução contextualizada;
4.2.4. Pertinência dos objetivos e coerência das hipóteses (quando houver);
4.2.5. Adequação, qualidade e descrição do método;
4.2.6. Relevância dos resultados e coerência com o método de modo a alcançar o(s) objetivo(s) do estudo;
4.2.7. Fundamento, coerência e alcance da conclusão;
4.2.8. Qualidade da redação e organização do texto (clareza e objetividade);
4.2.9. Relevância das implicações práticas e/ou clínicas advindas do estudo.

4.3. A nota final do trabalho será calculada pela média das notas atribuídas em cada item;

4.4. Serão aceitos trabalhos com nota final maior ou igual a 6 (seis).

5. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS:

5.1. Todos os trabalhos aprovados pela Comissão Científica serão apresentados na modalidade Oral 8.2, Expo5 ou Pôster;

5.2. Todos os trabalhos apresentados serão arguidos durante a realização do Congresso e estarão concorrendo às premiações previstas no Item 6 destas normas;

5.3. Não será permitida alteração no horário estabelecido para as apresentações dos trabalhos;

5.4. Para a Sessão de Pôster, as seguintes disposições devem ser observadas:
5.4.1. As sessões serão organizadas em horários e períodos pré-estabelecidos;
5.4.2. Os autores deverão permanecer junto ao seu pôster durante todo o período estabelecido da sessão, mesmo após ter sido arguido pela comissão avaliadora.

5.5. Para a Sessão Oral (Oral 8.2 e Expo5), as seguintes disposições deverão ser observadas:
5.5.1. Na opção "Oral 8.2", cada participante disporá de 8 minutos para a apresentação do trabalho perante a Comissão Avaliadora seguidos de 2 minutos para arguição;
5.5.2. Na opção "Expo5", cada participante disporá de 5 minutos para a apresentação do trabalho perante a Comissão Avaliadora. Cada sessão "Expo5" será composta pela apresentação de quatro (4) trabalhos, em sequência. Ao final das quatro (4) apresentações haverá um período de 5 minutos para discussão/arguição do público e comissão avaliadora;

6. PREMIAÇÃO:

6.1. Serão outorgados Certificados de Mérito Acadêmico e entregue prêmios ao(s) autor(es) dos 3 melhores trabalhos em cada modalidade de apresentação (Oral 8.2; Expo5; e Pôster).

6.2. A entrega da premiação será realizada no último dia do evento em local a ser informado na abertura do XXIII COBRAF.

Ir para o Topo

Realização

Patrocínio Bronze

Apoios Institucionais



Organização

Número de Acessos

  • 0
  • 0
  • 0
  • 0
  • 1
  • 5
  • 6
  • 5
  • 0